Hansenologia Internationalis ISSN 1982-5161 Submeter Artigo

Vol. 23, Nº 2 (1998)


pag: 35 - 8

ARTIGO ORIGINAL

Aplicação do teste elisa ANTI-PGL-1 em localidade com alta endemicidade de hanseníase, na região norte do estado de são paulo

Mitie Tada L.R.F. Brasil1; Luiz Roberto de Oliveira2; Carmen Silvia de Melo3; Paulo Mutuko Nakamura4; Nelly S. Rimoli5; Sérgio Cavalari F.6; Márcia B. Oliveira7; Vera L. Gattás8; Otília S. J. Gonçalves9 Osmar Rotta10




Resumo

Testes sorológicos para diagnóstico de hanseníase utilizando o antígeno glicolipídeo fenólico-1 (PGL-1) abriram várias possibilidades para o estudo do comportamento epidemiológico dessa doença. O objetivo do trabalho foi avaliar os resultados da aplicação do teste Elisa anti-PGL-1 em uma comunidade urbana com alta endemicidade de hanseníase no estado de São Paulo. Nela se conseguiu, na época do estudo, coeficientes de detecção e prevalência de 27,1 e 167,2 casos por 10.000 habitantes, respectivamente. Foram recenseados 8.491 residentes na área urbana e destes 6.666 foram avaliados com o teste Elisa IgM anti- PGL1. A sorologia se revelou positiva em 9,0% da população geral, sendo que, para as mulheres, a taxa de positividade encontrada foi de 10,1 % e para os homens de 7,6%. A soropositividade observada entre as mulheres foi maior em quase todas as faixas de idade, exceto na de 50 anos e mais. Entre os doentes registrados a taxa de soropositividade foi de 22,6%. A alta proporção de pessoas clinicamente sadias com sorologia positiva pode indicar infecção subclínica. Algumas questões não puderam ser respondidas neste estudo: quais destes indivíduos poderão vir a manifestar a doença e em quanto tempo. Falta avaliar a sorologia em situação de média e baixa endemia. A baixa sensibilidade do teste prejudica sua adoção indiscriminada para diagnóstico na rotina dos programas de controle. Concluiu-se, entretanto, por não descartá-lo como objeto de pesquisa, aprimorando sua sensibilidade, especificidade e tornando-o de baixo custo. Desse modo, poder-se-ia dispor de mais um instrumento nas atividades do controle e eliminação da hanseníase.

Palavras Chave:
Hanseníase. Epidemiologia. Endemias. Glicolipídeo fenólico-1 (PGL-1). Elisa.


Abstract

Serum tests for the diagnosis of leprosy using the phenol-glycolipid-1 antigen (PGL-l) had opened several possibilities to the study of the epidemiological behavior of this disease. This research aimed on the evaluation of the results of using ELISA anti PGL-1 on an urban community with high leprosy endemicity in the State of São Paulo, Brazil. It presented, at the research time, detection and prevalence rates (27.1 and 167.2 cases per 10,000 inhabitants, respectively). A census reveled 8,491 persons living in the urban area and 6,666 of them were tested with the ELISA anti PGL-1. The serology was positive in 9.0% of the general population, 10.1% for the female population and 7.6% for the male population. Positive serology observed among women was higher in almost all age levels, except for those 50 years old or more. Among the registered patients the serum positive rate reached 22.6%. The high rate of clinically normal persons testing positive may be indicative of sub-clinical infection. Some unsolved questions remain, such as: which of these persons will present the disease and when. It also remains to be evaluated how this serology will perform in communities in medium to low endemic areas. Low sensibility of the test does not commend its general adoption as a diagnosis method in routine control programs activities. Nevertheless, it is considered important not to discard it as a research object to improve its sensibility, specificity and lower its cost. Thus, another instrument for the control and elimination of leprosy could be established.

KeyWords:
Leprosy. Endemy. Epidemiology. Phenolic-glyco lipid ( PGL-l). Elisa.





DOWNLOAD PDF PORTUGUÊS ORIGINAL


Secretaria de Estado da Saúde Coordenadoria de Controle de Doenças Instituto Lauro de Souza Lima Fundação Paulista contra Hanseníase

Copyright© Hansenologia Internationalis 2020 Todos os Direitos ReservadosGN1